A importância do design para uma pequena empresa? Vem que essa é a história deste post!

Todo o começo deve começar pelo começo, e por isso vou contar a história que me levou a perceber a importância do design na criação de uma pequena empresa e motivou a criar este blog. Essa história se mistura com a minha, então… muito prazer, meu nome é Fernanda Galindo. Sou designer e criei este blog para ajudar empreendedores que não sabem por onde começar.

A história começa quando eu não sabia nada sobre marcas, antes mesmo de eu ser designer. Eu era criança e meu pai – que sempre trabalhou em empresa – se aventurou no mundo empreendedor abrindo uma padaria. Estudou bastante, inventou o nome e deve ser sido a empresa de letreiros que fez o logotipo. Lembro direitinho da diferença entre expectativa e realidade quando olhei o letreiro. A marca tinha traços muito finos e formato quadrado. A fachada era uma área bem horizontal, e por isso a marca ficou mínima e mal dava para ler. Me chamou atenção pois na minha cabeça eu tinha imaginado bem diferente da realidade. Eu ainda não sabia o que era identidade visual mas foi neste momento que percebi que faltava alguma coisa importante naquele letreiro.

Após alguns anos fiz intercâmbio e conheci a computação gráfica, me apaixonei. Ao escolher minha profissão descobri o Desenho Industrial, que integra criatividade, método e estratégia para obter a melhor combinação visual e funcional em diversos tipos de projetos.

Sempre fui muito estudiosa e resolvi que escolheria iniciar a faculdade no segundo semestre para passar esse período sem muitos compromissos. Passei para a Escola de Belas Artes da UFRJ e aproveitei o “período sabático” para fazer um curso de pintura em tecido. Logo estava fazendo almofadas divertidas, vendendo para amigas, depois para conhecidos e em seguida para lojas. Sim, o que era para ser um período sabático virou um mergulho empreendedor que durou 4 anos e criei naquele momento a minha marca: Fernanda Galindo, com uma grafia artesanal mas que eu gostava pois era como minha assinatura. Eu ainda nem tinha começado a faculdade e não houve trabalho de Identidade Visual. Aos poucos, enquanto a empresa crescia e eu aprendia, fui evoluindo, criando materiais de divulgação para os eventos…

A minha pequena empresa de objetos pintados à mão sofreu com a entrada de produtos chineses no mercado, baratinhos e industriais. Em 2004 eu resolvi encerrar as atividades, já estava no último ano de faculdade e comecei a estagiar em uma agência de Trade Marketing. Ouvi de um professor que foi um grande mentor em minha carreira que a minha pequena empresa era boa demais para ser encerrada, para que eu “guardasse a ideia na gaveta”. Guardei e segui o caminho, foram mais de 10 anos trabalhando em agências e vivenciando um mundo muito diferente: marcas com regras super rígidas de aplicação como Coca-cola, Absolut Vodka e TIM. Manuais de marca, rebranding, reuniões de marca!

Neste período não me descolei das pequenas empresas, o encanto por tirar um sonho do papel sempre me acompanhou. Recebia indicações e, mesmo trabalhando em agência, seguia fazia projetos de Identidade Visual para pequenos empreendedores e profissionais autônomos.

Em 2015 o “bichinho do empreendedorismo” voltou a atacar. Transformei a ideia de um produto que eu sentia falta no mercado de corrida em marca e nascia a La Vie Sports, minha segunda empresa e mais uma experiência empreendedora.

Neste momento, ter o conhecimento da importância do design para quem está montando uma empresa fez toda a diferença. A La Vie Sports nasceu pequenininha mas com porte de empresa grande e conseguia se comunicar de forma clara com seu público, teve a marca registrada no INPI e construiu valor em torno de seu branding.

Ter a Identidade Visual criada certamente ajudou, e muito, a minha pequena empresa. Diferente do que muitos pensam, é ainda mais importante para empresas menores, com orçamento apertado fazer seus investimentos de forma certeira. Uma boa identidade visual leva em conta a personalidade da marca que está sendo criada, quem é seu público alvo e o mercado de atuação. Com isso você economiza em anúncios para passar a mensagem correta, evita ter que refazer materiais ou ficar a todo momento gastando tempo e dinheiro para inventar uma nova linguagem.

Hoje, a La Vie Sports cresceu e segue crescendo. Eu assumi toda a vontade que tinha de criar e tirar sonhos do papel abrindo também meu próprio estúdio de design, minha terceira empresa, e me especializando cada vez mais no universo das marcas.

Aqui neste blog vou dividir sobre o meu trabalho como designer, experiências empreendedoras e aprofundar assuntos que costumo perceber que meus clientes tem dúvidas. Fico sempre aberta para responder dúvidas e sugestões 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: